31/08/2011

ATENÇÃO!

POSTAREI ARTIGO INÉDITO SOBRE A EDUCAÇÃO. PEÇO DESCULPAS AOS LEITORES PELA FALTA DE TEMPO DE ATUALIZAR O BLOG, MAS AGUARDEM! O TEXTO VAI TRATAR DE UM LEVANTAMENTO DE DA INEFICIÊNCIA DE OLGA SIMÃO FRENTE À GESTÃO DA SEDUC. POSTAREI UM TEXTO SOBRE A GESTÃO PÍFIA, AUTORITÁRIA E DESAGREGADORA DE OLGA SIMÃO FRENTE À SEDUC. AGUARDEM! ESTOU ENCONTRANDO DIFICULDADE PORQUE SÓ ACONTECERAM COISAS RUINS. A PIOR GESTÃO NESTES 33 ANOS QUE ACOMPANHO A SEDUC E ARQUIVO DIVULGAÇÃO DE AÇÕES... QUEM NÃO ENTENDE DE EDUCAÇÃO VAI ENTENDE DE TECNOLOGIA?


EU MESMO NILSON ERICEIRA

O BONECO PALHAÇO


Boneco palhaço
Palhaço boneco
Boneco zangado
Homem ator
Do zelo pela arte
Arte de fazer.


Boneco palhaço
Palhaço boneco
Palhaço dos contos
Do Lago da Morte
Das madrugadas sem fim.

Palhaço Buriti
Buriti de Inácia Vaz
Palhaço Arari
Palhaço Magá
Foi-se o palhaço
Ficaram os bonecos.

Boneco Melancia
Boneco Mirim
Boneco junino
Boneco carnaval
Boneco Bill.

Foi-se o palhaço
Ficaram os bonecos
Os bonecos não morreram
E nem o palhaço Boneco.

Viva Bill,
O palhaço boneco!

Paulo César Ericeira

PRECISA-SE DE UM VICE...

O PREFEITO JOÃO CASTELO QUANDO AINDA
TINHA HELENA DUAILIBE NA CONDIÇÃO DE ALIADA

QUEM SERÃO OS CANDIDATOS A VICE-PREFEITO DE SÃO LUÍS. HÁ PELO MENOS UMA VICE DE PESO SENDO PREFERIDA PELA MAIORIA DOS PRETENDENTES AO CARGO DE PREFEITO DE SÃO LUÍS. TRATA-SE DE HELENA DUAILIBE, ATUAL VICE-PREFEITA DE SÃO LUÍS. UMA COISA É CERTA: COM O ATUAL PREFEITO ELA NÃO VAI.


EH BOI!



EU SEMPRE ANALISO A CULTURA DA MESMA FORMA QUE ANALISA A COMUNICAÇÃO. A COMUNICAÇÃO VAI MUITO ALÉM DE SEUS MEIOS. A CULTURA VAI MUITO ALÉM DE SUAS MANIFESTAÇÕES CULTURAIS.

O BUMBA-MEU-BOI AGORA É PATRIMÔNIO CULTURAL DO BRASIL. AINDA BEM QUE SE TRATA DE UM BEM IMATERIAL, POIS O PATRIMÔNIO MATERIAL DO MARANHÃO ESTÁ ÀS FAVAS. EXEMPLO DISSO É SÃO LUÍS...

CONSIDERO OS TIRADORES DE TOADAS EXÍMIOS POETAS. PROVA INCONTESTE DE GRANDES LETRISTAS. O BUMBA-MEU-BOI É FONTE DE GRANDE INSPIRAÇÃO.

O MARANHÃO, ASSIM COMO O BRASIL, PRECISA CUIDAR MELHOR DA CULTURA. NÃO SE DEVE TRABALHAR A CULTURA DE FORMA FRAGMENTADA.

BIL DE JESUS EMOCIONADO AO FALAR A SEU POVO: DE ARARI

BIL DE JESUS


ASSIM COMO SEUS IDEALISTAS, A CULTURA DE UM POVO NÃO MORRE, APENAS SERÁ CONTEMPLADA EM OUTRA DIMENSÃO. É O QUE CERTAMENTE ACONTECE COM O FOLCLORISTA, ENSAISTA, TEATRÓLOGO, PALHAÇO... BIL DE JESUS QUE RECENTEMENTE DEIXOU DE BRADAR ENTRE OS MORTAIS PARA OCUPAR O SEU ESPAÇO ENTRE OS IMORTAIS. BIL DE JESUS (REALMENTE BIL DE JESUS) PELA SUGESTIVIDADE DE SEU NOME E PELA ALEGRIA QUE PROPORCIONAVA AO POVO DE ARARI. TRADUZIA-SE PELA SIGNIFICÂNCIA DO FOLCLORE NA SUA FORMA MAIS REAL: FOLK=FOLGUEDOS, ALEGRIA, ÊXTASE... CL(Ô)RE= POVO..., GENTE, MASSA... IGUALMENTE A SILVINO QUE DEVE TER ESQUENTADO OS TAMBORES DE SEU BUMBA-MEU-BOI E ORDENAOU QUE SEU VAQUEIROS TROTASSEM COM IMENSA ALEGRIA PARA RECEBÊ-LO.

ASSIM QUE ME COMPORTO DIANTE DA ENORME INCAPACIDADE DE TRADUZIR O QUE BIL DE JESUS REPRESENTA PARA ARARI E SEU POVO E COMO NÃO ME SERIA ABARCAR EM VERSOS E PROSAS PELA EXTREMA INCAPACIDADE DE DEFNI-LO NA SUA FORMA DIFERENTE DE SER E DE DISCORDAR E DE CONCORDAR, HOMENAGEIO COM O VERSO PRODUZIDO PELO POETA PAULO CÉSAR ERICEIRA AO SOM DO SILÊNCIO E LÁGRIMAS DE SEUS BONECOS ANDARILHOS QUE PERCORREM RUAS, BECOS, RUELAS E AS AVENIDAS DE NOSSA CIDADE E SE ENCONTRAM, NUMA GOSTOSA GARGALHADA DE BIL DE JESUS, NO SEU JEITO ÚNICO.

O POEMA É PARA VOCÊ, OS SEUS BONECOS SÃO APENAS UM DOS SÍMBOLOS DO HOMEM PÚBLICO CUJA PERCEPÇÃO IA MUITO ALÉM DO SENSO COMUM, MAS SE MISTURAM A ELE PARA LHES VALORIZAR NO QUE HÁ DE MAIS NOBRE NUM POVO: QUE É O SEU FAZER PERMANENTE (A CULTURA).

29/08/2011

SER DE MARIA

Ser de Maria
Maria sede de mim
Mas de mim Maria não é
Ela é apenas a sede deste ser...


Maria não é como as outras
É a sede Maria e ela de mim
È de Maria minha sede
É a sede dela que habita em mim.


Maria não é de mim
Me dá sede de ti Maria
Que é fome de amor
Da sede que habita em mim.


Maria é água, ar e respiração
Maria mata minha sede amor
Vem Maria para a minha fonte de vida
Que essa tua sede em mim.

Nilson Ericeira


Robrielli

GENTE E COISAS DA MINHA TERRA




LITERALMENTE FAZENDO JUS A SUA HISTÓRIA, O ESCRITOR JOSÉ FERNANDES, O ZÉ DE TODOS NÓS, INTERAGINDO COM SEUS CONTERRÂNEOS NA CIADADE QUE ELE TÃO BEM ESCREVE A SUA HISTÓRIA.

ESTE BLOG REGISTRA UM MOMENTO RARO PARA OS ANAIS DA CIDADE DE ARARI PRESTIGIANDO QUEM DE FATO MERECE. ZÉ FERNANDES É DE UMA INTELIGÊNCIA PRIVILEGIADA.

26/08/2011

Biodiversidade e cultura maranhense é destaque



Professor Jorge e seus alunos jogam xadrez. Tudo bem? Tudo muito lindo! E alguém fazia bradar: lindo, lindo, lindo!!! Som que ecoa na alma, nos swentimento e no bem querer que deve nutrir quem constroi educação.
Mas jogar xadrez com peças humanas. Isso é inédito, pelo menos para alunos e professores da rede pública estadual. Olha que se não me falha a memória a rede pública estadual de ensino tem 11 polos. Mas isso não relevante, como não são asneiras e tolices proferidas por alguns dinossauros da Educação. O importante é a ação e o protagonismo de quem realmente constrói educação no dia a dia, na ambiência e laboratórios sociais.

A Secretaria de Educação do Maranhão já valorizou o esporte e a cultura na ambiência escolar. Isso aconteceu quando os secretários eram Altemar Lima e Edson Nascimento. Quem coordenou foi a professora Heloisa Brandão.

Professor Jorge e os alunos do Paulo VI merecem destaque neste acontecimento, não só pela demonstração, mas principalmente pelo esforço, dedicação e transmissão de conhecimento que a todos nos transmitiram.

Um verdadeiro cheque mate de interação cultural no Projeto Biodiversidade e Cultura Maranhense, que ocorreu nas dependências do CEM PAULO VI. Esta é a minha percepção. Parabnes!

Aprendendo com os alunos – os alunos do Paulo VI me ensinaram assim:

“Xeque-mate - com o auxílio do seu Rei, a Dama branca deu xeque-mate ao Rei negro e a partida terminou, desde que não haja outra peça preta (noutro local do tabuleiro, que não esteja visível) que possa capturar a rainha. Xeque-mate (em persa shāh māt, significando o rei está morto), ou simplesmente mate, é uma expressão usada no enxadrismo para designar o lance que põe fim à partida, quando o Rei atacado por uma ou mais peças adversárias não pode permanecer na casa em que está, movimentar-se para outra ou ser defendido por outra peça

Denúncia - Não importa se é amigo, importa é que conheça educação. Não se deve cometer o crime de pegar alguém que abre o nosso armário, cuida das nossas coisas e querer tirar dela um sumo de matruz (mastruço). Isso é querer demais! A educção não é mecânica e muito menos inerte. Da forma que está no Maranhão. (Nilson Ericeira).

EDUCAÇÃO AGORA VAI!

No caso partcular do Maranhão em que, os profissionais do magistério estiveram em greve, numa das mais longas da história (78 dias de greve, só perdeu para a do gov. Jackson Lago), e que não tiveram êxito nas suas reivindicações, em que os itens não foram cumpridos literalmente, o Governo não poderá recuar da iniciativo da aplicação do Piso, muito menos de encaminhar para a provação da Assembleia o Novo Estatuto. Mais isso tem sido postergado: as vírgulas e pontos têm atrapalhado sobremaneira a boa-vontade dos governantes. Acho que o problema então É LEXICAL!

Não há mais argumentos de Estados e Municípios para não pagarem o piso salarial nacional do magistério. Diante da publicação do acórdão do Supremo Tribunal Federal (STF), garantindo a constitucionalidade da Lei 11.738, sancionada em 2008 e que determina o piso salarial nacional para os professores, o governo do Maranhão deverá acatar a decisão e cumprir, daqui a 30 dias, o acordo feito com os educadores públicos da rede estadual de ensino.

Do site do Simproesemma - Segundo o presidente, pelo acordo feito entre trabalhadores e governo, como condição para suspender a greve deste ano, o Estado tem o prazo até o dia 24 de setembro para pagar o piso salarial da categoria e dizer como será pago o piso, levando em conta a nova tabela salarial apresentada pelo Sindicato, com valores calculados com base na Lei.

Além disso, pelo acordo assinado, o governo deve aprovar dentro de 60 dias, até o dia 24 de outubro, o Estatuto do Educador, cujo texto está sob revisão de técnicos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e diretores do Sindicato, trabalho que, segundo o presidente da entidade, deve ser concluído até a próxima segunda-feira, 29.

Mais um cargo foi ocupado pelo PT

Mais um cargo foi ocupado pelo PT na administração da governadora Roseana Sarney. Trata-se de Kleber Gomes, que já exerceu o cargo de vereador de São Luís e, no último pleito, disputou a eleição para deputado estadual.

Segundo uma fonte, Kleber Gomes é Secretário Adjunto da Secretária de Desenvolvimento Social. É o que eu sempre falo: uma pequena parte do PT não pode reclamar da governadora Roseana Sarney que governa com o seu vice-governador Washington Oliveira e quem tem, de alguma forma, contemplado algumas personalidades importantes no PT. Faremos um levantamento dos Petistas que ocupam cargos no Governo do Maranhão e divulgaremos oportunamente.

Termos que ser justos e isentos de maldades que não combinam com quem faz política. È o que tem demonstrado o vice-governador nesse exercício, inclusive colocando em posições importantes filiados ao PT e não filiados que não corroboraram com a sua eleição e nunca o apoiaram muito menos na última eleição.

 

25/08/2011

ESTÁ SAINDO DO PRELO COM INFORMAÇÕES QUENTÍSSIMAS, O JORNAL DE ITAPECURU QUE, ALÉM DE MUITAS INFORMAÇÕES DOS BASTIDORES POLÍTICOS DE ITAPECURU E MARANHÃO, TRAZ UM RECONHECIMENTO AO BOM JORNALISMO QUE PERDEU DOIS DE SEUS PIONEIROS NA ROTA DE INFORMAÇÕES MUNICIPALISTAS. POSTO ABAIXO UMA MERECIDA HOMENAGEM  QUE SEGUE:


JORNALISMO ETERNO


Registramos nesta edição, com muito pesar, o falecimento de Everaldo Everaldo Ribeiro e de Francisco dos Santos Araújo, proprietários dos Jornais A Notícia do Maranhão e de O Progresso respectivamente, ocorrido no dia 23 de julho, em acidente automobilístico, na Br 222. Aos quais rendemos nossa homenagem póstuma. Referimo-nos aos dois companheiros do jornalismo maranhense. Eram dois timoneiros a serviço do bom jornalismo. Trabalhadores da notícia, verdadeiros operadores da informação. Não eram [cobridores] de festas e de obras no interior do estado, mas divulgadores de ações municipalistas em quase todos os municípios do Maranhão.

Rogamos a Deus, nosso Pai, que os receba em sua glória e que seus familiares e amigos em júbilo, orem pelas suas almas e se orgulhem do papel social relevante que exerceram em páginas de Jornal tão bem editadas que não eram só deles, mas informações que ganharam o mundo em pulsos com o mesmo furor que seus proprietários caçavam a notícia com afinidade, senso crítico e amor.

Everaldo e Francisco eram cidadãos que exerciam o jornalismo e que tinham o compromisso de levar informação a todos os rincões do Maranhão. Agora eles estão em outra dimensão. Deus os chamou para o regozijo de sua glória. Que as marcas dos seres humanos bons que eram, juntem-se a importância de tantas quantas laudas nos ofertaram aqui na terra e que todos possamos guardar em nossas memórias suas histórias vivas a serviço da Comunicação.

ESTA HOMENAGEM MISTURA-SE ÀS CORES DAS TINTAS ENTRE TIPOS E LETRAS, BONRRANDO-SE NAS LÁGRIMAS QUE NOS SUFOCAM DE SAUDADE. SÃO LÁGRIMAS QUE EM CODIFICAÇÕES UNEM TEXTOS, MAS SOBRETUDO LEGENDAM A EMOÇÃO DE QUEM RECONHECE A IMPORTÂNCIA DO FAZER JORNALÍSTICO.

ATÉ A PRÓXIMA PAUTA,

JORNAL DE ITAPECURU


22/08/2011

OS RETRATOS DE SÃO LUÍS III


OS RETRATOS DE SÃO LUÍS II

OS RETRATOS DE SÃO LUÍS I



ALUNOS DO PAULO VI MOSTRAM UMA CIDADE EM RUÍNAS. SÃO LUÍS DO MARANHÃO QUE DEVERIA SER UMA DAS CIDADES MAIS BONITAS DO MUNDO, ENCOLHE-SE DIANTE DA OMISSÃO DAS AUTORIDADES FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL.

FOTOGRAFIAS QUE SÃO VERDADEIRAS REPORTAGENS FOTOGRÁFICAS QUE TRADUZEM EM IMAGENS O QUE O CENTRO CULTURAL, HISTÓRICO E ARQUITETÔNICO DE SÃO LUÍS REPRESENTA ATUALMENTE: ABANDONO, DESCASO E TRISTEZA!

UMA CIDADE NA IMINÊNCIA DE SEUS 400 ANOS DE HISTÓRIA, SOFRE POR MAUS TRATOS E FALTA DE INVESTIMENTOS NO SEU PATRIMÔNIO QUE, EM QUALQUER OUTRO LUGAR DO MUNDO NÃO SERIA TRATADA COM TAL DESCASO.

O MÉRITO DA DENÚNICIA É DE JOVENS ESTUDANTES QUE PAUTARAM SABIAMENTE, MAS QUALQUER UM QUE PASSE NO CENTRO DE SÃO LUÍS, LOGO PERCEBE QUE OS GOVERNOS ESTÃO DE COSTAS PARA NOSSA CIDADE. QUE PENA!

AS FOTOS FAZEM PARTE DO PROJETO PEGAGÓGICO DA ESCOLA QUE TEM COMO TEMA BIODIVERSIDADE E CULTURA MARANHENSE.

OS RETRATOS DE SÃO LUÍS



ALUNOS DO PAULO VI MOSTRAM UMA CIDADE EM RUÍNAS. SÃO LUÍS DO MARANHÃO QUE DEVERIA SER UMA DAS CIDADES MAIS BONITAS DO MUNDO, ENCOLHE-SE DIANTE DA OMISSÃO DAS AUTORIDADES FEDERAL, ESTADUAL E MUNICIPAL.

FOTOGRAFIAS QUE SÃO VERDADEIRAS REPORTAGENS FOTOGRÁFICAS QUE TRADUZEM EM IMAGENS O QUE O CENTRO CULTURAL, HISTÓRICO E ARQUITETÔNICO DE SÃO LUÍS REPRESENTA ATUALMENTE: ABANDONO, DESCASO E TRISTEZA!

UMA CIDADE NA IMINÊNCIA DE SEUS 400 ANOS DE HISTÓRIA, SOFRE POR MAUS TRATOS E FALTA DE INVESTIMENTOS NO SEU PATRIMÔNIO QUE, EM QUALQUER OUTRO LUGAR DO MUNDO NÃO SERIA TRATADA COM TAL DESCASO.

O MÉRITO DA DENÚNICIA É DE JOVENS ESTUDANTES QUE PAUTARAM SABIAMENTE, MAS QUALQUER UM QUE PASSE NO CENTRO DE SÃO LUÍS, LOGO PERCEBE QUE OS GOVERNOS ESTÃO DE COSTAS PARA NOSSA CIDADE. QUE PENA!

AS FOTOS FAZEM PARTE DO PROJETO PEGAGÓGICO DA ESCOLA QUE TEM COMO TEMA BIODIVERSIDADE E CULTURA MARANHENSE.



20/08/2011

A importância do vice-governador

No Brasil, foi-se o tempo em que não se dava nenhuma importância ao vices em seus cargos. Era assim na associação de moradores, no clube de amigos, nos times de futebol, nas prefeituras municipais, no Congresso Nacional, Na Câmara de Vereadores, na Câmara de Deputados, no Senado Federal, no Congresso Nacional, enfim, partindo dos governos municipais aos estaduais e à Presidência da República. Passou-se o período, pois raros são os governantes que, além dos papeis que devem exercer constitucionalmente ou estatutariamente seus vices, com raras exceções, delegam-lhes poderes que lhes projetam para sucessões e ou a voos mais altos. O Maranhão de hoje é um exemplo disso, pois ilustremos com exemplos tais afirmações.

O vice outrora era sempre o vice. Assumir o governo só se ainda tivesse total confiança do seu titular. Vivemos isso num momento não muito distante. Parecia uma espécie de empregado privilegiado com salários e mordomias com poucas atribuições, mesmo levando em consideração algumas prerrogativas constitucionais. Isto com raríssimas exceções. Em nível federal, após o regime de exceção, com o golpe militar, lá mesmo Aureliano já dava demonstração de liderança (tai talvez um embrião), mesmo em composição esdrúxula com tal regime, começava-se a perceber que o vice não somente tem deve exercer figura de destaque, mas assumir temporariamente ou definitivamente a presidência da república. Fatos que nos relembram aos incidentes com Fernando Collor de Melo, com Tancredo Neves e com Lula. Este que gabaritou o vice Alencar Gomes como um homem politicamente forte do governo. Aqueles que por derivação e rebuliços históricos, foram-se para o além, um para a eternidade, o outro para um ensaio e posteriormente voltar à vida política regressa, digo: pregressa.

No Maranhão, um estado de atipicidade a toda prova dentro do regime democrático e com reinados eternos, não nos parecem distante, revigorarem-se as famosas dinastias. Só que nestas diferentes daquelas não viajaremos além mar, mas por ondas cibernéticas que a revolução digital nos trouxe. Nesta não há cartas e sim castas. Não existem cartas e sim navegações em ondas...

Mas voltemos ao tema dos vices. Os postes de imprensa nos ajudam a clarear a importância de nosso atual vice-governador Washington Oliveira que, por meio da composição do PMDB, partido da Governadora Roseana Sarney, com o PT, sagrou-se pela primeira vez um Vice-Governador do Maranhão, do PT. Não obstante, Washington por várias vezes representa a governadora Roseana, medeia conflitos de greves, a exemplos recentes o dos policiais civis, da educação, contribui com vários setores do governo, e principalmente na educação, não somente com seus indicados Fernando Silva e Virna Teixeira, (ambos do PT), mas reúne com a secretária Olga Simão ou com o interino, ou constantemente com os subsecretários de sua lavra. Vai a Brasília angariar recursos e projetos para melhorar a educação e ainda, participa de reuniões de assinatura de convênios com importantes instituições, conta com indicações outras, tanto em nível estadual quanto federal. Isso é ser líder! Isso é ser prestigiado. Isso é exercer a função de vice-governador. sei mais, ele é muito preocupado com os indicadores sociais do Maranhão. No Maranhão o vice é prestigiado. Disso ninguém tem dúvidas. Talvez não tenha resolvido alguns impasses por desinformação ou por excesso de atribuições tendo em vista que todos os dias, justiça seja feita, tem tido uma extensa agenda para cumprir.

Nilson de Jesus Ericeira Sousa

Poeta, jornalista, professor, psicopedagogo, estudante de Direito



 

EDUCAÇÃO DO MARANHÃO

NOTÍCIA QUENTÍSSIMA

TOMEI CONHECIMENTO AGORA A POUCO QUE SERÁ FUNDADA A ASSOSSIAÇÃO DOS PROFESSORES DA REDE PÚBLICA ESTADUAL DE ENSINO.

A PRIMEIRA REUNIÃO ACONTECERÁ DIA 4 DE SETEMBRO, ÀS 8h, NA SEDE DO SINDICATO DOS BANCÁRIOS.

BOA PARTE DOS INTEGRANTES DESSE MOVIMENTO ESTÃO INSATISIFEITO COM A ATUAÇÃO DO SINDICATO DOS PROFESSORES E ALEGAM QUE OS ITENS DA PAUTA DE NEGOCIAÇÃO, APÓS 90 DIAS, OU SEJA, TRÊS MESES APÓS O TÉRMINO DA GREVE, NENHUM DOS ITENS (21), FOI ATENDIDO.

ALÉM DA FORMAÇÃO DA ASSOCIAÇÃO, SERÃO DISCUTIDOS PONTOS ESSENCIAIS PARA A EDUCAÇÃO DO MARANHÃO, TAIS COMO A CONVOCAÇÃO DOS EXCEDENTES DO ÚLTIMO CONCURSO, O ESTATUTO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO, PISO NACIONAL E OUTROS...


EDUCAÇÃO DO MARANHÃO E SEUS PROTAGONISTAS




Alunos da escola Paulo VI apresentam projeto cultural
Acontecerá nos dias 22, 23 e 24 de agosto, no horário normal de aulas nos seus respectivos turnos, no Centro de Ensino Paulo VI, na Cidade Operária a culminância do projeto Interdisciplinar 2011, que este ano tem como tema: Biodiversidade e Cultura Maranhenses.
Professores alunos e todos os funcionários lotados na instituição de ensino estão envolvidos nesta ação cultural.
Para que se tenha uma idéia da importância desta atividade, o tema central foi subdividido em vários subtemas e em várias apresentações. Entre os subtemas trabalhados por alunos e professores constam: A Pluralidade Linguística e a Cultura Maranhense: As Múltiplas Facetas Linguísticas – Culturais do Maranhão; Os Pregoeiros do Maranhão – Artistas de Rua em São Luís; Biodiversidade e a Cultura dos Povos Indígenas Maranhenses (Barra do Corda e Amarante); Meio Ambiente e Artesanato; Folclore; A contribuição da Arquitetura Colonial para o Desenvolvimento Cultural do Maranhão; Os Telhados do Casario Colonial do Maranhão na Perspectiva dos Colonizadores do Maranhão; A Culinária como porta de entrada para a diversidade e cultural; Música e Literatura Maranhense; A Cultura da Pesca no Maranhão; Danças Maranhenses; Cidade Olímpica: Novos Olhares (relação literatura de Cordel X relação sócio-econômica do bairro); Danças Maranhenses e outros.
Serão três dias bastante movimentados na escola estadual CEM Paulo VI. Participam do evento desde sua concepção, organização e apresentação, passando por várias fases, cerca de 2500 alunos do Ensino Médio, dos três turnos, que são supervisionados e orientados por professores, supervisores e gestores da escola. Nesdes dias acontecerão apresentações culturais, produções literárias, exposições de trabalhos nos estandes e outras atividades. Sentido em que as atividades serão desenvolvidas nos três dias, sendo o 1º ano, no primeiro dia, o 2º ano no segundo dia de atividades e no último dia, será a vez do 3º ano, quando ocorrerá o encerramento do projeto.
Para a gestora da escola, professora Conceição Reis Carneiro, “este é um dos momentos importantes da nossa escola em que percebemos o envolvimento de grande parte da comunidade escolar. Não resta dúvida que se trata de um momento pedagógico diferenciado. Isso nos alegra muito,” enfatizou.
A aluna Thayanny Oliveira, 1º ano, turno vespertino, disse que está maquete sobre os casarões de São Luís que estão em ruínas. Disse que é uma realidade que vai ser mostrada para muita gente, principalmente a alunos e professores. “Uma realidade que todos precisamos saber, além de que é um patrimônio”, alertou.
O público e importância pedagógica – Alunos, professores, funcionários da escola, pais e responsáveis prestigiarão o evento. Ressalta-se que um dos objetivos do projeto é proporcionar uma mudança de postura e uma forma de repensar a prática pedagógica e as teorias que lhes dão sustentação, ao mesmo tempo em que possibilitar o envolvimento, a cooperação e a solidariedade entre os envolvidos no processo. Nesse mesmo contexto, o trabalho desenvolvido tem como foco principal fomentar uma reflexão sobre a importância do conhecimento da biodiversidade regional e das raízes culturais de um povo, no sentido da afirmação de sua identidade e preservação ambiental de sua região.

EDUCAÇÃO DO MARANHÃO

Atenção educadores da rede estadual de ensino!

Há uma fagulha de esperança, o Simproesemma vai participar de importantes reuniões nos dias 23 e 24 de agosto (terça e quarta-feira). No primeiro momento haverá uma revisão dos itens do Estatuto, sem alterar o conteúdo. E esperam que até na quarta-feira a mensagem do Novo estatuto dos Profissionais da Educação seja encaminhado à Assemblleia Legislativa. Aí será uma outra questão e precisamos ficar atentos às futuras manobras e faz-de-conta.

As questões dos professores, em razão da morosidade, têm similaridade com as questões de justiça: são morosas! Mas enquanto a revolução não chega vamos caminhar a passos de cágados.

REUNIÃO DO PT E ARARI NO RUMO DAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS



 















Aconteceu ontem uma reunião do PT do Maranhão. A reunião contou com a presença do presidente Nacional do PT, Rui Falcão, do vice-governador do Maranhão, Washington Oliveira, do presidente do PT do Maranhão, Raimundo Monteiro e várias outras lideranças do Maranhão.

Destaque - O PT de Arari esteve representado pelos companheiros Silvio Pereira e Luís Fernando.

Eu (Nilson Ericeira) também estive no hotel Holliday Inn, local do evento, mas dada as diversas atribuições que me são pertinentes, inclusive com a vida de estudante, não me foi possível participar do momento de discussão. Coloco o meu nome à dispopsição do PT para disputar a eleição de prefeito de Arari. Mas no PT de Arari tem um excelente quadro e faremos no momento certo a eleição do melhor nome numa disputa interna. Se a campanha começasse hoje, já estaria fazendo o mesmo trabalho que fiz quando da capanha de deputado estadual. A minha luta não é por mim, mas pelos sem Estado...

Na fala do presidente Rui Falcão, ele disse admitiu a possibilidade de em São Luís e ter também candidato a prefeito em vários municípios.

Segundo o presidente Nacional do PT, está sendo feito um levantamento nas cidades em onde o PT tem condições de apresentar nomes competitivos para prefeito das grandes cidades e das capitais. Pode ser reeditada a aliança com o PMDB, mas significa ter que sacrificar candidaturas do PT que sejam viáveis. “Poderá haver cidade onde teremos mais de um candidato da base do governo Dilma, sem que isso comprometa a governabilidade ou que signifique compromissos prévios para as eleições de 2014″, lembrou.



Musa-sereia


Olha que riso mais lindo
De jeito matreiro
Que sai e que izala
Que anda e que vaga.


Olha que rosto mais lindo
Que fala, que rir e izala
Da sereia serena morena
Que rir e que encanta
Que só-rir e acalanta nosso sonhar.


Veja que essa flor, essência e riso
Que de um jeito adoçante
É só é cativar
É um amor e encanto
Seu riso é encanto.

Nilson Ericeira

(Robrielli)



19/08/2011

GLÓRIA A DEUS!


Em entrevista concedida à Rádio Capital, no programa Bastidores da Capital apresentado pelo radialista Ibson Lima, com comentário do jornalista José Marchado.

Quando perguntado sobre os insultos proferido quanto ao vereador Ivaldo Rodrigues disse que o chamou de bandido porque ele (Ivaldo) o chamou de homofóbico. E disse que ele não sabe nem o que é homofóbico. Disse que convidou o vereador para um debate, e ele não topou porque é covarde. Quando falou de poleiro, disse que segundo o Aurélio, é lugar de autoridades. Frouxo, covarde e que não aceitou porque não tem argumento para discutir com o pastor. O pastor também falou que, e ele (Ivaldo) não sabe o que está falando não sabe distinguir crítica, comportamento... Isso é conversa fiada. Os homossexuais não sabem suportar a crítica. Ele não sabe o que está falando. Ele me chama de homofóbico.

Ivaldo Rodrigues pedido de vista se deu, primeiro porque é uma prerrogativa minha. Meu respeito pessoal por você independe de qualquer discussão. A não discussão não era essa. Uma série de questões. O Que eu falei é que existia uma série de recursos contra você a nível nacional. Por homofobia. A discussão não foi por isso. Você ofendeu a Câmara Municipal Municipal de São Luís. Mesmo sem que você tenha morado em São Luís. Em nenhum momento respeitou o vereador de São Luís.

Pr. SM - Quem é você? Eu gozo da minha cidadania. Amanhã você vai saber, lá no Aterro do Bacanga de São Luís, você vai saber se eu sou persona não grata.

I R - Você foi grosseiro comigo.

Respeite nosso povo, respeito nossa cidade

Você não está preparado para ser pastor.

O pastor disse que não precisa receber título de lugar nenhum

Ivaldo Rodrigues – Não precisa e não recebe. Você tem que respeitar as pessoas dessa cidade.

Pr. SM - Esse cidadão disse que mulher é feito face book

IR - Hei abençoado você vai me agredir lá. Vai me agredir. Ele não vai se reeleger.

IR - Se eu chegar no evento você vai me agredir.

Pr. SM – Eu estou discutindo idéias. Eu tenho 23 mil membros na minha Igreja, no Rio de Janeiro...

IR – Silas você vai mandar bater nos homossexuais.

IR - Você fez a afirmação se você vai mandar bater em homossexuais.

Pr. SM – Tua achas que a Polícia Militar vai deixar alguém bagunçar. São Luís é uma cidade linda. Arruaceiro não presta nem para qualquer evento de música..., sei lá. Se os homossexuais quiserem ir a meu evento para assistir. Eu recebo a todos inclusive o vereador. Não sou otário. Tenho muito boa formação e sei defender meus princípios.

José Machado perguntou – Como é o relacionamento do pastor Silas Malafaia com os homossexuais de sua Igreja

Pr. SM - A igreja é aberta área qualquer pessoa. Para ser membro de uma igreja evangélica têm regras. Por exemplo, o viciado em drogas tem que deixar de usar drogas. É princípio. Isso são princípios.

O pastor quando perguntado se arrepende. O pastor respondeu que tiro trocado não dói.

E seguiu o nada com coisa nenhuma. No final ambos se perdoaram, pelo menos aparentemente.


poleiro

[De pôlo + -eiro.]

Substantivo masculino.

1.Vara onde as aves pousam e dormem, na gaiola ou na capoeira.

2.Fig. Posição elevada, de mando, autoridade.

3.Bras. V. torrinha.

4.Bras. S. Animal (9) velho que todos ocupam.

15/08/2011

Ausência da essência

As pessoas têm pressa
E você não está.
Eu caduco num sonho
Nele espero você.

Enquanto todos correm,
Eu te espero.

Nas esquinas da minha vida,
Em minhas projeções,
E dentro do meu coração.

Procuro você nessa multidão.
Procuro-a em todos os lugares,
Mas você não está,
Apenas dentro do meu coração.

Também encontro você
No meu riso amarelo, sem graça,
Esquálido,
De quem sonha.

Sabe que você é última esperança
De um coração delinqüente.
Você está em mim,
Mas não a vejo
Faz tempo...

Mas sei que sinto,
Seu último e único beijo
Único toque em mim.

Que igualmente a brisa que passa
Deixando a esperança de que sabe
Num outro tempo a brisa voltar.

Você é minha essência e vida.
Brilho ar e tudo.

Nilson Ericeira
Robrielli








13/08/2011

DIA DOS PAIS



Ao amor só o que o amor explica...

DIA DOS PAIS

Pai

Você segurou na minha mão

Consagro meu chorar

E meu sorrir.

E quando algo me incomodava,

Guardava-me no seu peito

E sentiu minhas fomes e dores,

Agruras que a vida me fez.

Cicatrizes que são marcas em nós...

Você me projetou para o mundo

E eu cair nele.

É verdade que muitas vezes sofri

Chorei sem que ninguém escutasse.

Indignava-se pela sua aparente ausência,

Andarilhos em sonhos, e não entendia...

Queria escutar tua voz outra vez.

Que fossem em imperativos,

E voltar a escutar teu coração,

Sentir teu cheiro na rede fria,

Dormir do teu lado

E que isso servisse de alento

Para minha incipiência.



Pai,

Lembra de meu balbuciar?

Engatinhar, rolar, dar passos,

Falar: papa ... papai!

Depois disso eu tropecei em muitos obstáculos

Tropecei, cair, levantei,

Mas sempre procurando a tua mão na minha,

Escutar teu coração e te imitar,

És o meu escultor, origem, semelhança e obra...

Você me encantava,

Me ensinava

Me amava.

Me cuidava!

Que coisa mais linda.

Anda?

Vem!

Encorajou-me aos primeiros e últimos passos

E assim fortaleceu-me em tantos passos,

Há tantos encontros e desencontros.

Você escutou meu coração,

Decifrou a minha voz,

Limpou-me de impurezas,

Excreções.

Me sacudiu para a vida e,

Despertou-me para a vida.

Nilson Ericeira

Robrielli

DIA DOS PAIS

Pai


Você segurou na minha mão
Consagro meu chorar
E meu sorrir.
E quando algo me incomodava,
Guardava-me no seu peito
E sentiu minhas fomes e dores,
Agruras que a vida me fez.
Cicatrizes que são marcas em nós...
Você me projetou para o mundo
E eu cair nele.

É verdade que muitas vezes sofri
Chorei sem que ninguém escutasse.
Indignava-se pela sua aparente ausência,
Andarilhos em sonhos, e não entendia...

Queria escutar tua voz outra vez.
Que fossem em imperativos,
E voltar a escutar teu coração,
Sentir teu cheiro na rede fria,
Dormir do teu lado
E que isso servisse de alento
Para minha incipiência.

Pai,
Lembra de meu balbuciar?
Engatinhar, rolar, dar passos,
Falar: papa ... papai!
Depois disso eu tropecei em muitos obstáculos
Tropecei, cair, levantei,
Mas sempre procurando a tua mão na minha,
Escutar teu coração e te imitar,

És o meu escultor, origem, semelhança e obra...
Você me encantava,
Me ensinava
Me amava.
Me cuidava!
Que coisa mais linda.

Anda?
Vem!
Encorajou-me aos primeiros e últimos passos
E assim fortaleceu-me em tantos passos,
Há tantos encontros e desencontros.

Você escutou meu coração,
Decifrou a minha voz,
Limpou-me de impurezas,
Excreções.

Me sacudiu para a vida e,
Despertou-me para a vida.

Nilson Ericeira
Robrielli



10/08/2011

DIA DOS ESTUDANTES


Os estudantes, os atores do processo, os insumos e a revolução...
Certamente o Maranhão precisa de ações revolucionárias na área educacional. Neste aspecto a governadora Roseana Sarney está certa. Nossa governadora, a chefe do executivo maranhense deve saber que uma revolução prescinde de mudanças profundas na sociedade e do envolvimento de seus protagonistas. Ela sabe que uma transformação social e não se faz por decreto, principalmente quando se trata da educação que, nesta modesta opinião, é agente e vetor de quaisquer transformações que tenham em seu bojo a contemplação de justiça na igualdade. Para tanto, há de se possibilitar um trabalho que tome em consideração os atores fundamentais e especiais para esta política nobre e essencial.

Caso a educação fosse construída como peças de encaixe ou com fórmulas especiais, ignoraríamos a sua dinâmica, contexto, atores e protagonistas... Sentido em que os estudantes do Maranhão devem exercer particular importância. Em casa (na instituição familiar), nas salas de aula (seus atores no processo dialético de ensinar e aprender nas instituições de ensino ou em outra instância), nos grêmios (oficina política e democrática), nas lideranças (nas reuniões com os “sins” e nãos, a confirmação e negação do status quo), na democracia (pulso da união dos mais fracos contra os que oprimem dolosamente) e nas ruas (na consequência de um pacto por um estado justo para todos)...

Mas devemos prestar muito atenção porque os professores do Maranhão estão atentos ao que se passa na sala de aula, próximo dela e ao largo dela, feridos que estão na sua alma. Neste momento anotam suas competências e habilidades, fazem as suas chamadas e transmitem conteúdos de um estado que se deve tornar próspero por meio da educação, compartilhando com seus alunos um esforço para que todo conjunto da sociedade participe dessa inadiável revolução. Qual a nossa quota-parte? Entendo que já ditaram e editaram a minha.

Mas se não prestarmos bem atenção a esta chamada, podemos de coadjuvante do processo nos tornar meros expectadores de uma partida interrompida mesmo antes de começar e, ainda, ter por omissão marcas negativas no passo da história. Isto numa previsão bem otimista. Este é realmente um assunto que envolve todos nós.

Mas os estudantes maranhenses podem ser protagonistas de uma revolução com aulas do presente, com educação de agora. Sentido em que devem aproveitar o tempo para estudar de forma organizada, delimitando metas e participando na construção dos saberes. Uma das bases do aprendizado é o interesse pelo que quer se aprender. Sem essa motivação o processo está fragmentado. A fragmentação do processo e descontinuidade de ações, projetos e programas quando da aparição de um gestor é preocupante.

É verdade que os desafios em nosso estado parecem intransponíveis, mas não há o que a educação não supere, principalmente quando forjada por uma revolução. É tudo que desejamos, mesmo que isto implique em sacrifício de alguns. Eis o meu conformismo. Contexto em que há sinais de uma revolução no Maranhão quando os protagonistas se unem para esse fim e é por isso que a sociedade aplaude os estudantes do Maranhão neste dia especial mesmo nas suas enormes adversidades e na convicção de que é urgente que se reverta tal situação. Então, vamos aplaudi-los! Pois assim como nós os estudantes do Maranhão também cabem na revolução.

Certamente os alunos – aqueles que buscam a luz - deste estado estão inseridos no mesmo nível de um ente federativo desigual, cujo parâmetro de violências simbólicas e reais nos assustam a todo instante. Mentiras e hipocrisias nos rondam tentam nos persuadir todo o tempo e o tempo inteiro. Ainda bem que muitos são os que têm capacidade de discernimento. Estas últimas por vezes nos iludem, nos visgam e alienam, estragam o ser com um câncer estraga... Desigual porque lhes falta em algumas regiões do Maranhão, ambiência digna para a prática interativa, alimentação escolar, transportes, material didático e professores e valorização dos profissionais da educação no contexto geral... Ainda há no Brasil, escolas insalubres e famílias que não têm condições dignas de vida. No século XXI, ainda existem professores que recebem menos da metade do salário mínimo ou a metade do que um professor do quadro efetivo estatutário, mesmo tendo igual qualificação e certificação conferida pelas universidades. E ainda se discute aprovação de acórdão do propalado Plano Nacional de Salários. Violento porque o resultado da ausência de políticas públicas efetivas, de continuidade nos governos (e não do governo, e nem da pessoa como querem nos fazer crer) dificulta ou impossibilita resultados diferentes. Só para se tenha uma idéia de que são muitos os obstáculos a serem superados até a revolução, não se deveria trabalhar a educação isolando aspectos do contexto educacional como se seus públicos, em determinados momentos, servissem de cobaias. E logo após, aplica-se determinada fórmula para atingir determinado fim. Isso é estéreo! Educação é construção permanente.

Certamente este tecido faculta uma homenagem aos estudantes do nosso estado, em todos os 217 municípios, de todas as ambiências educacionais, que sobremaneira, encontra ressonância na resignação dos que sofrem juntos, indignam-se, têm o desejo de transformação e se sentem parte de uma revolução ainda latente. Neste sentido, acredito que durante minha observação nesta área e com aprendizado também por exaustão (de tanto ouvir grandes mestres da Seduc do Maranhão) que quando os referenciais são podres, toda tentativa de construção será em vão.

Nilson de Jesus Ericeira Sousa

Poeta, jornalista, professor, psicopedagogo e estudante de Direito

E-mail: nilsondearari@ig.com.br,nilsonericeira@hotmail.com

05/08/2011

Meu mar revolto

No silêncio do tempo
à deriva meu barco vai...

E vaga
em tempestades tão ruidosos,
em mar tenebroso

quanto minha desilusão nos homens
que, com discursos ocos, fracos...


Mas a minha barca segue à deriva
No meio do mar que peito sangra...


e no silêncio cristas e ondas se cristalizam
na obscuridade crescente...


se a vida é assim e neste meu barco não houvesse
tripulantes

nem mesma à deriva esta vida deveria existir...
Nem mesmo na embarcação que verte sangue
esgota amor assim...

Nilson Ericeira

Robrielli

04/08/2011

ARARI PRESTA SUA ÚLTIMA HOMENAGEM A BIL DE JESUS

Uma notícia triste abala Arari e os ararienses. Faleceu nesta manhã em São Luís, o Secretário de Cultura de Arari, Bil de Jesus. A notícia de seu falecimento me foi passada agora por uma fonte do município. O corpo será velado no Arari Clube, em virtude da multidão que se aglomera na ruas de Arari. Neste momento o corpo de Bil passa na Avenida Doutor João da Silva Lima. (19:23).

Bil de Jesus exerceu cargos importantes na Secretaria de Cultura de Arari e ultimanete era o titular da pasta. Chegou a Arari em 1986, por influência de seus amigos doutor José Luís e professora Mary Ferreira. Daí em diante, justiça seja feita, foi valorizado e reconhecido pelo atual prefeito.

Participou ativamente da organização das festas da Associação Mirim, Festival da Melancia e manifestações culturais que são marcas em Arari. Tido por todos como cidadão arariense, Bil de Jesus é filho de Buriti de Inácia Vaz.

Os filhos de Arari rendem uma homenagem a Bil de Jesus na certeza que a sua história em Arari, confunde-se no seu aspecto cultural, com a história da cultura de Arari, de sua chegada até a sua despedida. E como a cultura dse um povo não morre, mas transporta-se, Bil estará em cada manifestação e em todo folclore (folk-clore) alegria de um povo.

Lembro-me de suas roupas de saco e dos primeiros ensaios com a turma no salão da Fundação Cultural. Tinha particular amizade e admiração por ele e as divergências políticas de opinião nunca nos separam.

Lembro-me do refrão cantado por ele: “Mirim, Mirim, Vento forte no sambar e no esporte...”

Com essa despedida fica a saudade de um povo que se fortalece na transpiração de seus líderes e se reconhece nesta dor insuportável. Tem notícia que o jornalista não se sente bem ao noticiar, este é um caso.

Até um dia!

ARARI CHORA O FALECIMENTO DE BIL DE JESUS

Uma notícia triste abala Arari e os ararienses. Faleceu nesta manhã em São Luís, o Secretário de Cultura de Arari, Bil de Jesus. A notícia de seu falecimento me foi passada agora por uma fonte do município. O corpo será velado no Arari Clube, em virtude da multidão que se aglomera na ruas de Arari. Neste momento o corpo de Bil passa na Avenida Doutor João da Silva Lima. (19:23).  

Bil de Jesus exerceu cargos importantes na Secretaria de Cultura de Arari e ultimanete era o titular da pasta. Chegou a Arari em 1986, por influência de seus amigos doutor José Luís e professora Mary Ferreira. Daí em diante, justiça seja feita, foi valorizado e reconhecido pelo atual prefeito.

Participou ativamente da organização das festas da Associação Mirim, Festival da Melancia e manifestações culturais que são marcas em Arari. Tido por todos como cidadão arariense, Bil de Jesus é filho de Buriti de Inácia Vaz.

Os filhos de Arari rendem uma homenagem a Bil de Jesus na certeza que a sua história em Arari, confunde-se no seu aspecto cultural, com a história da cultura de Arari, de sua chegada até a sua despedida. E como a cultura dse um povo não morre, mas transporta-se, Bil estará em cada manifestação e em todo folclore (folk-clore) alegria de um povo.

Lembro-me de suas roupas de saco e dos primeiros ensaios com a turma no salão da Fundação Cultural. Tinha particular amizade e admiração por ele e as divergências políticas de opinião nunca nos separam.

Lembro-me do refrão cantado por ele: “Mirim, Mirim, Vento forte no sambar e no esporte...”

Com essa despedida fica a saudade de um povo que se fortalece na transpiração de seus líderes e se reconhece nesta dor insuportável. Tem notícia que o jornalista não se sente bem ao noticiar, este é um caso.

Até um dia!

02/08/2011

EDUCAÇÃO É NOTÍCIA



Ontem dia 01 de agosto, segunda-feira, o Simproesemma estreou (que agora será apresentado às segundas, terça, quinta e sexta, às a 21h e continua sendo apresentado aos sábados das 11h às 12h) o seu programa Educação é Notícia, na Rádio Educadora. O programa do Sindicato dos Profissionais da Educação é apresentado pelo jornalista Marden Ramalho.

Neste primeiro dia, em novo formato do programa, o radialista conversou com os ouvintes e entrevistou os diretores do Simproesemma Júlio Pinheiro e Júlio Guterres.

Uma das perguntas mais frequentes pelos ouvintes foi quando o Governo do Estado vai convocar os professores excedentes do último concurso púbico.

Além da urgente necessidade do Estado convocar os excedentes, não ficaram de fora temas como o novo estatuto dos servidores da educação, Piso Nacional de Salário, a publicação do acórdão pelo STF e a política de educação que deve ser estabelecida pelo Governo do Maranhão.

Quem desejar participar do programa, basta telefonar para 3878 5000 – 5700 – 3214 – 3605. Vale ressaltar que o programa já tem 10 anos no ar, sendo que era apresentado somente aos sábado.

Opinião – a greve dos professores de 2011, realizada pelos professores da rede pública estadual de ensino, foi à greve mais improdutiva dos últimos anos e, pelo andar da carruagem, nada dos 21 itens vai ser cumprido. Deus queira que eu esteja completamente errado. Faz tempo que o Estado empurra com a barriga as questões da educação. Mas este um assunto para outro momento. Até o exato momento ninguém pode dizer que teve algum ganho neste ano de 2011. Os servidores não tiveram reajuste e muito menos aumento de salário. Isto é fato.