30/09/2009

Minha vocação pelo jornalismo: do que mais me realizo.

· Entendo que minha vocação pelo jornalismo vem desde criança, ainda nas ruas de Arari. Ali eu “imitava” Luciano do Vale. Lembram quando ele narrava: “Por pouco muito pouco, pouco mesmo! Deus é quem te paga Leão”. Além disso, tive algumas experiências em documentar sentimentos de minha geração colegial e observar detalhes que hoje, conto e enceno de forma legítima.

· Antes de ser jornalista escrevi para jornais que nós, do PT na época idealizávamos. Alguns eu escrevia sozinho mesmo, outros, eu contava com a preciosa ajuda de Mendubim, Lucivaldo, Silvio Pereira e outros.

· Alguns desses jornais eram colocados nas portas das residências às altas horas da madrugada. Não me arrependo de nada. Guardo com muito carinho alguns desses jornais que fazem parte da minha vida.

· Eu sei que não sou um jornalista tecnicamente bom, apenas regular, mas já conseguir avançar com a preciosa ajuda do experiente França (Miterran), forma que não sei de onde tirei,mas o chamo assim;da não menos competente Celina Mendes, Raimundo Castro, Marcos Caminha, Nilson Amorim, Delmes Lindo( deleto amigo e irmão que Deus me deu de presente, Antônio Carlos (Toninho),o mais poeta de todos; o inestimável amigo, professor, conselheiro, descobridor, Nilson Amorim, que em cifras não o pagarei nunca; do melhor jornalista do Maranhão, César Scansset, dos focas Rafael Garretho, que embora não sendo jornalista, cresce no texto técnico e aproveita bem as oportunidades e, ainda, é uma jóia a ser lapidada; Miguel Haid, uma das pessoas a que mais admiro pelo caráter e sinceridade, valores os quais os torna um ser humano muito especial e muito que tenho em mim como exemplos de que posso tirar algum proveito.

· Se eu fosse apontar uma frustração da minha vida eu apontaria o fato de ainda não ter trabalho como âncora no rádio maranhense. Ninguém tem culpa disso, uma porque ainda não procurei e a outra talvez seja porque ainda preciso crescer mais...

· Um detalhe: não me sinto frustrado a ponto de negar valores ou de não me relacionar bem com os outros seres humanos que me procuram para interagir.

· No próximo texto, escreverei com detalhes, a minha curta passagem pela ASCOM/SEDUC, da discriminação que sofri a pós a minha volta ao trabalho e de esclarecimentos que talvez possam ser reparados na justiça.

Jornalista graças a Deus

2324

28/09/2009

Poetizar

Posto este poema com intenção de fazer recordar e por muita consideração que, muitos funcionários da Seduc, têm por Marina. Uma pessoa que exerceu com muita dignidade a função de Auxiliar Operacional de Serviços Diversos, na Seduc, no gabinete do Secretário. Quando da minha chegada à Seduc, eles me ensinaram muitas coisas boas. Marina por diversas vezes matou a minha fome com pedaços de bisnagas e café. Coisas pequenas! Muito grandes para minha formação. Recentemente encontrei com Pedro de Alcântara, num supermercado de São Luís. Lembramos de idos tempos, memoráveis.

Marina

A luz que te levou

É a mesma que te conduzia aqui

Mas Marina Morena

O tempo passou e você não está tinha

Mas Marina Morena

Eu lembro da mulher brava

Que sofrimento não,

Pois fingia não conhecer.

O que eu sei Marina |Morena

Que Cafezinhos servistes

A doutores famosos

Que a teus pés não chegam.

Olha o cafezinho de Marina!

Quem não tomou não sabe o que é bom!

Marina Morena

Escuto os passos de tuas pelecatas,

As brigas com França,

Zé Ativo,

Que amarelam os olhos brancos dela.

Adeus Marina Morena

Nós Aqui na te esqueceremos

Haveremos de escutar os teus conselhos,

Sempre.

Nilson Ericeira

Aula Interativa – Exercício nº 01

Tratam estes exercícios de transitividade verbal, mas é bom verificar o assunto estudado anteriormente, ou seja, nossas primeiras aulas interativas. Fica bem melhor resolver estes testes consultando as aulas anteriores. Lembram quando nós falamos da transitividade verbal! Pois é, então vamos recordar.

1 - Resolva os exercícios dizendo se os verbos são transitivos ou intransitivos. Caso os verbos tenham complementos, diga-os, explique-os.

a) O motor enguiçou.

b) Testei o televisor.

c) Só confio em Deus.

d) Comecei o discurso.

e) Começaram as aulas.

f) Mataram os animais.

g) Esqueci tudo.

h) Esqueci-me de tudo.

i) Ninguém escapou.

j) O aparelho falhou.

l) Temos bola e rede.

m) Dei um passe a Riba.

n) Tornei-me doutor.

o) Fiz-lhe uma pergunta.

p) Estou nervoso.

q) Não existem rios no deserto.

r) Tudo parece brincadeira.

s) Não existe vida em Marte.

t) Não há vida em Marte.

u) O filho preocupa o pai.

v) Preocupo-me com você.

x) Ninguém ficou gripado.

z) Seu pai está zangado.

y) Sua mãe está em Recife.

Aula Interativa – Exercício - Cont.

w) Rasgaram a folha.
k) Esta mulher vive doente.
a.a) Meu pai vive em Brasília.
a.b) O Rapaz virou a mesa.
a.c) a moça, agora, virou santa.
a.d) A criança permanece quieta.
a.e) A criança permanece aqui.
a.f) A moça chegou à escola.
a.g) A moça se tornou agressiva.
a.h) Todos chegaram ás dez horas.
a.i.) Parece que estou febril.
a.j) Fomos ao teatro e voltamos.
a.l) Levei as crianças à escola.
a.m) O caminhão transporta cana para a usina.
a.n) Entregou-me duas melancias.

25/09/2009

Aula Interativa

Hoje estou inspirado!
Então vamos à nossa interação!

Estava com saudade do predicado.
Sujeito: Elíptico = eu
Predicado: estava com saudade.

Como disse, a nossa interação hoje é sobre os tipos de predicado.
* Predicado verbal =
* Predicado nominal =
* predicado verbo-nominal =

PREDICADO VERBAL – COMO O PRÓPRIO NOME JÁ DEFINE, PREDICADO VERBAL É AQUELE EM QUE A SUA PARTE MAIS IMPORTANTE É O VERBO, OU SEJA, O NÚCLEO DO PREDICADO É O VERBO. LEMBRE-SE SEMPRE, QUANDO FALAMOS DE PARTE, NA VERDADE ESTAMOS FALANDO DE ESTRUTURA, FORMA DA FRASE.

Eu e meu irmão/ brincávamos com um carrinho.

       Suj.                       Pred. Verbal

O professor de Ciência Política / ensina obediência civil.

            Suj.                                   Pred. Verbal

O Brasil / foi achado por Cabral.

     Suj.       Pred. Verbal

PREDICADO NOMINAL – QUANDO O NÚCLEO DO PREDICADO É UM NOME (SUBSTANTIVO, ADJETIVO). ESTE PREDICADO VEM ACOMPANHADO DE UM VERBO DE LIGAÇÃO. É BOM RECONHECER OS VERBOS DE LIGAÇÃO NA FRASE.

O NÚCLEO DO PREDICADO NOMINAL É UM NOME

Aula Interativa 04 – Começo da aula

01-17-01_080757 Vocês já devem ter assimilado que a minha intenção é contribuir com os que mais precisam.

Meu nome é Nilson Ericeira e sou formado em Comunicação. Sou – jornalista profissional e com muito garbo entendo que é o que mais me completa. Tenho duas especializações: uma em Língua Portuguesa e outra em Psicopedagogia e agora estou no primeiro período do curdo de Direito. Não falo isso para aparecer ou tirar proveito de alguma coisa, mas como uma forma de incentivar as pessoas ao conhecimento. Minha vida tem sido de bastante luta, apesar de ter também muita dificuldade para apreender fragmentos do conhecimento. Insistirei sempre nessa caminhada! Ainda tenho um sonho: fazer um programa radiojornalístico.

Aula Interativa 04 - Cont.

PREDICADO VERBO NOMINAL - NOMINAL – COMO O PRÓPRIO NOME TAMBÉM JÁ O DEFINE: PREDICADO NOMINAL É AQUELE QUE DOIS NÚCLEOS: UM NOMINAL E UM VERBAL, OU SEJA, UM VERBO E UM NOME. 

Eu Riba / brincávamos distraídos
Obs.:
É só analisarmos assim: As crianças brincavam e estavam distraídas. Há, portanto, nesta interpretação um verbo de ligação na oração que, mesmo sem aparecer explicitamente, formata a oração.

O professor de Ciência Política corrigiu as provas apressado.
Desdobre esta oração da mesma maneira do exemplo acima.

Eu / cheguei de Anajatuba exausto.

* Na nossa próxima interação, teremos exercícios e revisão das aulas anteriores.

Aula Interativa 04 - Cont.

Obs.:

Alguém poderia interrogar. Mas frase não tem verbo? Eu explico: há frase que tem verbo e frase sem verbo. É que, lembrando o entendimento do que é frase, aprendemos que frase é todo enunciado que comunica. Portanto, fique certe de que há frase com verbo e frase sem verbo. A frase com verbo pode ser oração ou período. É bom entender que a frase pode ter ou não verbo. Fique certo de que nem toda oração é uma frase, mas nem toda frase é oração.

A criança ficou feliz.

Suj. Simples = A criança.

Predicado nominal = ficou feliz.

Predicativo = feliz.

Obs.: Não me repreendam, mas gosto de explicar as coisas da mesma forma que gosto que me expliquem.

PREDICADO NOMINAL - VEM ACOMPANHADO DE VERBOS DE LIGAÇÃO, ISTO É, VERBOS QUE NÃO TEM CONTEÚDO SIGNIFICATIVO. É SÓ LEMBRAR DE NOSSOS “ÍNDIOS” (NATIVOS), POR CAUSA DO ENGANO DA TERMINOLOGIA QUANDO DO NOSSO ACHAMENTO.

OBSERVA-SE QUE MUITOS ÍNDIOS NÃO USAM O VERBO DE LIGAÇÃO. ELES USAM NAS SUAS LINGUAGENS O SUJEITO DIRETO AO PREDICATIVO.

Nativo feio.

Mulher bonita.

Criança ferida.

Seu filho bonito.

Agora exemplificando melhor:

O homem é feio.

Meu pai está feliz.

O professor está infeliz.

O tempo parece quente.

O senhor permanece sentado.

* Este assunto pode ser mais aprofundado. Estude nas gramáticas de Faraco e Moura e Luiz Antônio Sacconi.

17/09/2009

Professores farão nova reunião

 O Sinproesemma reuniu ontem, dia 16 de setembro, quarta-feira, com autoridades do Governo do Estado, com objetivo de avançar nas negociações com vista a uma pauta discutida pela categoria. Entre os itens da pauta está o aumento salarial de 19,2% (recomposição salarial), mas não houve avanço e a categoria não aceitou a proposta do Governo. O Governo ofereceu 6,1% .

A proposta do Governo está muito abaixo do apresentado pela categoria e será apresentada na assembléia regional, no dia 21 de setembro, segunda feira, às 15h, no auditório do prédio da faculdade de arquitetura.

Opinião – pela modesta experiência ma Seduc, quanto tempo leva uma negociação que envolve profissionais da educação, mais se acirram os conflitos e os reflexos sociais não são bons para os governantes.  Dito isto, eu lembro as greves de 2004 e 2007, com conseqüências desastrosas do ponto de vista político e muito mais para a sociedade.

14/09/2009

Paralização à Vista

PAUTA DOS PROFESSORES

Recomposição da Tabela Salarial;
Reformulação do Estatuto do Magistério e inclusão dos Funcionários de escola;
Concurso público imediato para os trabalhadores em educação;
Concessão das Promoções, Progressões e Titulações;
Regularização de concessão da licença-prêmio;
Formação inicial e continuada aos educadores;
Ampliação do Programa PróFuncionário;
Regionalização da assistência à saúde;
Eleição direta para diretor de escola;
Cumprimento da legislação vigente quanto ao limite de alunos em sala de aula;
Fim do subsídio para funcionários de escola;
Equiparação salarial dos contratados aos efetivos;
Reajuste do vale-transporte;
Fim da terceirização e precarização das relações de trabalho;
Celeridade no processo de aposentadoria;
Melhoria das condições de trabalho.

Professores em Alerta

Os representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão – Sinproesemma - reuniram dia 10, terça-feira, com o Secretário de Estado da Educação, Professor César Pires, e com o Secretário de Estado de Administração, Luciano Moreira.

Outra reunião já está marcada para o dia 15 de setembro, terça-feira, e uma paralisação também acontecerá dia 16, quarta-feira, em frente à Biblioteca Pública Benedito Leite em que os professores seguirão em passeata até o Palácio dos Leões.


O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Maranhão (Sinproesemma) confirmou a paralisação das atividades nas escolas da rede estadual na próxima quarta-feira (dia 16), em decorrência da programação do Dia Nacional de Luta pelo Piso Salarial Nacional.

Na minha opinião, o Governo deve ter habilidade para negociar com os professores por meio de  seus líderes, pois todo cuidado é pouco quando se trata de uma categoria tão importante para a sociedade. Os itens da pauta dos professores não são desconhecidos das autoridades, da sociedade e há muito vem sendo colocados em pauta, entretanto, alguns deles carecem de sistematização, organização e, principalmente, vontade política.

Os professores pedem 19,25% de reposição salarial e a contemplação de direitos consagrados como é o caso das progressões por titulação, por tempo de serviço (progressão) e a Gratificação por Titulação, que englobam a pós-graduação, seja especialização, mestrado e doutorado. Outro aspecto relevante da pauta é a concessão de licença Prêmio, que há muito tem sido negado pelo Estado, em função da carência de outro profissional para substituir o licenciado.

Na pinha opinião, não há ebulição social que mais enfraqueça um governo que as greves, principalmente quando elas são justas. As últimas greves de professores – a de 2004 e a de 2007, esta última durou 87 dias. Entendo que os prejuízos para ensino público, que uma greve causa, são nocivos, irreparáveis e jamais serão amenizados com medidas paliativas.  Cabe o alerta: “prevenir é melhor que remediar”.

12/09/2009

Sete de Setembro em Arari, segue a tradição: muito garbo e amor à Pátria


As Fanfarras: Uma tradição da terra de muitos músicos.

Pelotão conduz as bandeiras do Brasil, do Maranhão e de Arari!!

Nosso céu tem mais estrelas!!
Detalhe do Desfile Estudantil de 7 de Stembro em homenagem à Independência do Brasil

09/09/2009

Aula Interativa 04

☻... e o predicado aonde você vai?

☻Vou procurar me encaixar após esse sujeito!

Observe que este pequeno diálogo estabelecido entre um ser fictício, criado pelo autor, e o predicado serve apenas para fixarmos que o predicado se encaixa após o sujeito, mas ele pode vir antes ou depois. Temos que saber identificá-los na oração para que possamos caminhar nesta aula interativa.

☻Olha o predicado de novo!

O que é predicado? E tudo que se atribui do sujeito. É tudo que se informa do sujeito. Tudo que sobra do sujeito é o predicado. Observe que o predicado também traz uma palavra mais importante. Aquela que está diretamente ligada ao núcleo do sujeito. Essa palavra é o núcleo do predicado.

Minha namorada /me cumprimentou (NP) com beijos. (Namorada cumprimentou. Estas duas expressões mais importantes do sujeito e do predicado)

Sujeito simples: Minha namorada. (SS)

Predicado: me cumprimentou com beijos. (P)

Meu amigo dança (NP) todos os finais de semana.

SS P

Inventaram (SI)

uma nova hipocrisia. (P)

O calor em Arai deixou as pessoas resfriadas. (P)

Os alunos nomearam Nilson representante da classe.(P)

TIPOS DE PREDICADO:

♦ predicado verbal

♦ Predicado nominal

♦ Predicado verbo-nominal

OBS: NÃO PRECISA DIZER, MAIS O FAREI POR UMA QUESTÃO DIDÁTICA: O NÚCLEO DO PREDICADO VERBAL É O VERBO. O NÚCLEO DO PREDICADO NOMINAL É O NOME. OS NÚCLEOS DO PREDICADO VERBO-NOMINAL É O NOME E O VERBO.

A criança/ brincava com a bola.

O professou/marcou a data das provas.

Meu amigo/ foi à festa.

Estou muito feliz.

O aluno ficou contente.

O menino/ brincava contente.

Hoje, postei esta aula por uma questão de ofício, então peço desculpas. Na próxima aula nos aprofundaremos.

Idiossincrático amor

Volúpia


Em desejos e sonhos

De um querer assim

De encantos e sonhos

Sombras de uma realidade em mim

Sonhos de encontro

Amor sem fim

No primeiro toque

No vento que subtraio de ti

Amante

Apenas...



E sei que matreira mulher

Regozija-se desse pulsar amante

Mesmo que por num instante te possuir

Em sonho e desejos incessantes

Ao encontro comigo

No fundo meu eu

Declama teus versos

Suga teu ser

Tanto sonho

Quanto amor...



De ser passageiro errante

Que respira teu ar

Saboreia teu jeito

Sente sede

É fonte de um amor assim.

Que alimenta alma

Acalma e silencia

Com certeiro vento

Que deslizou de ti.


Nilson Ericeira