19/01/2018

CONVITE A UMA REFLEXÃO - Há uma conjuntura política antiga, carcomida e usada ou eu estou enganado!



O marasmo da juventude e dos movimentos sociais não é à toa. Faz parte de uma construção histórica em que achamos ter descoberto o verdadeiro caminho para a Nação, para os Estados e para os Municípios.
Era muito empolgante! Fizemos parte, vivemos isso e acreditamos! Mas precisamos nos reanimar.
Com isso, não concluo que temos que colocar todos numa vala comum, pois há sim pessoas boas e honestas. A Política Partidária, num regime democrático, é o único meio de transformação da Gestão Pública por meio dos Poderes na sua versão tripartite. Há um desafio posto: votarmos melhor, mas para tanto, precisamos nos organizar. E isto se dá na política comunitária, social, partidária, enfim. Escolher melhor as pessoas que vão escrever, falar, ouvir e decidir por nós.
Tenho também percebido que as figuras que dominam os Partidos Políticos não mudam e faz tempo. É assim de Brasília ao interior de qualquer Estado. No Maranhão não é diferente.
Isto mostra que a juventude, os trabalhadores de maneira geral, os intelectuais, os estudante, todos precisamos lutar desde a organização partidária, pois os Partidos não deveriam ter donos. Quando isto acontece, e geralmente é o que acontece, os supostos ‘donos’ definem os candidatos e alianças de acordo com os seus interesses.


A Saudade de ontem, a saudade de outros tempos, a saudade de hoje... o que os amigos nos fazem!



Existem pessoas muito especiais em nossas vidas que por mais que alguma distância de relacionamento ou física exista, não conseguimos esquecer. Às vezes nos bate uma saudade! A saudade de ontem, de outros tempos e de hoje. São amigos do colegial, da vizinhança, da nossa infância, da nossa juventude, da nossa vida...
Abri este parêntese, após digna hibernação em reflexões, para me permitir senti nostalgia construtora, daquela que você gosta de senti: sente a presença dos amigos, dos familiares, do coleguinha da escola, da professorinha, do vizinho amigo, das pessoas generosas. Meus pais nos ensinaram a amar as pessoas, mas nunca usaram de imperativos para forçar relacionamentos, pois sabiamente sabem que amizade é uma conquista para a vida. Tivemos e temos bons amigos. Há nesta vida os que têm muitos bens, se só se apegam a isto, pois já fadados à solidão. Que pena não conhecem a riqueza de detalhes que tem uma boa amizade. O amigo não cobra, não dificulta, não se ausenta mesmo distante, não enfraquece, não muda e sempre compreende. Para o amigo não há segunda oportunidade, mas sempre está propício a receber e abraçar o amigo.
Um dia desses tive uma frustração: perdi um relacionamento que se apontava para uma relação de respeito, admiração, solidez de palavras recheadas de bem querer. Um amigo que se apontava.  Não o perdi totalmente, pois guardarei os valores que o agente tem, mas nos perdemos talvez em nossas pretensões.  Falo disto com uma certa tristeza, pois eu nasci para agregar, formar grupos, servir. Lamento!
Por outro lado, assisto a uma aproximar de pessoas que conheci recentemente em minha cidade. Lá nos encontramos para a soma de atividades na educação municipal, sabe-se que a educação nos remete a muitos públicos. É muito prazeroso conhecer, descobrir valores, alertar para a vida, ajudar, discordar e aceitar... Sentido em que formamos uma só corrente. A corrente do bem.
Aos amigos que sinto saudade por algum tempo, aos que sentirei, aos que sinto, aceitem sempre o meu abraço. Na certeza de que serei sempre um observador de braços abertos a receber as pessoas para o magnífico mundo da amizade. Tenho dito que Deus compensou o meu sacrifício me apresentando sempre pessoas muito boas. Às vezes, tenho a nítida impressão de que estou rodeado de amigos. Os amigos amam sem distinções.

Do baú de minha biografia - Imagem de meu trabalho na Feira da Cidade Operária


PENSAMENTO DO DIA: Há uma exclusão natural e outra produzida assim como há a inclusão dos competentes, apesar da corrupção. (Nilson Ericeira)

A-parição do sol



E se o sol vier,
a lua sair, o tempo passar...
A noite chegar, o vaga-lume sumir,
de amor eu vou me embriagar.
Vou esperar bem cedo o dia clarear.
E se você sorrir,
meu coração vai se abrir.
Pra te colorir, te esculpir,
desenhar desenhos meus.
Os moldes: meu coração.
É reserva minha, em fontes de amar.
E quando você chegar,
meu coração desabrocha pra amar.
Mas se ausência da dor resignar,
vou amar pra superar e ressurgir.
E em outros canteiros semear, frutificar.
Amor!
E se a ausência doer,
vou fingir não existir,
não vou viver sen-tir.
Mas se voltar,
Constância em mim.
E se me quiser,
vou me encher de sol, de luz!
Vou tocar nas estrelas,
colorir meu coração, jorrar, extasiar.
Subir ao monte e anunciar.
E se notar tristeza em mim,
É só a ausência tua em mim.

Nilson Ericeira

18/01/2018

Essência de flor!



Hoje eu senti saudade e até nostalgia
Pus os meus pés no mundo e sentir alegria
Lembrei de você meu amor minha sintonia
Rebusquei o encanto do seu riso e de tudo que preciso
Andei pelos jardins de que falou para colher esse amor
Você é meu encanto, a minha voz e sentimento no meu coração
O meu caldo, unção, emoção dos meus dias...
Ando depressa só para ver se encontro
Esse conselho que me dera todos os dias...
Amanhecer e anoitecer ao seu lado sempre me confortou
Eu sei me cobria e me protegia
Agora a saudade do meu peito me diz o que é
É sentimento, é a fé de quem ama
E de quem não esquece o doce do beijo e o calor do abraço
O apreço, o sentimento, a calma, a ternura e a procura
Eu sei que vou viver sentido esse aperto no peito
Pois não está aqui
Mas eu sinto a presença dessa pessoa tão especial
Então, é natural, sentir saudade de quem se ama
Todos os dias que sentir esse amor de qualquer forma
Nos sonhos, na vida, dormindo ou acordado
Quero sempre viver ao seu lado
E se saudade apertar demais, eu vou ao jardim e colho outra flor
Eu sei que esse doce se iguala a essência de flor
É saber, é amor de quem ama e não aprendeu esquecer. 

Nilson Ericeira

SERVIÇO DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA DE ARARI TEM NOVO GESTOR



O experiente técnico Cláudio Pestana é o titular da pasta  Administrativa e Financeira do Serviço de Abastecimento de Água e tratamento de Esgoto de Arari (SAAE).
De acordo com fontes, o gestor Júlio Ericeira, continuará passará a gerenciar a parte operacional da Instituição (SAAE). O objetivo da flexibilização da gestão é no sentido de melhor servir a população e ao mesmo tempo empreender dinâmica na administração municipal.
Claúdio Pestana é um experiente técnico que tem exercido importantes funções na Prefeitura de Arari e goza da confiança do prefeito Djalma Melo, além de que exerceu com eficácia atividades na iniciativa privada.